Início Sem categoria Ajinomoto inaugura segunda caldeira de biomassa no Brasil e visa reduzir em...

Ajinomoto inaugura segunda caldeira de biomassa no Brasil e visa reduzir em 68% emissão de CO2

1116
0
COMPARTILHAR

anjimotoSão Paulo – A Ajinomoto do Brasil, conhecida principalmente por suas marcas de varejo como SAZÓN®, MID® e VONO®, acaba de instalar uma caldeira de biomassa em sua fábrica de Pederneiras, cidade do interior de São Paulo. O objetivo da empresa é reduzir custos e diversificar sua fonte energética, diminuindo a emissão de carbono ao utilizar uma fonte renovável de energia: o cavaco de madeira. O investimento total para a implantação da caldeira foi de R$ 6,4 milhões, aplicados no sistema de alimentação, estocagem de biomassa e compra de novos equipamentos.

O cavaco da madeira será usado na geração de energia em forma de vapor, que será empregada no funcionamento de toda a fábrica. Com isso, a expectativa da empresa é de que a caldeira supra mais de 70% da necessidade de vapor gerado pela fábrica e de que haja uma economia financeira em torno de R$ 465 mil mensalmente.

Desta forma, a unidade de Pederneiras espera contribuir significativa e gradativamente na diminuição da emissão de carbono e reduzir em 68% a emissão de CO2 no meio ambiente. “Com esta caldeira, a segunda da Ajinomoto no País, aumentaremos nosso grau de competitividade graças à redução de custo de produção, bem como da dependência de combustíveis fósseis e incrementaremos nossa contribuição sustentável à comunidade onde atuamos, conforme as premissas do Plano de Emissão Zero, adotado pelo Grupo Ajinomoto e seguido por todas as afiliadas, desde 2005”, explica Nilo Kumagae, diretor industrial da empresa.

Sustentabilidade em foco

A primeira caldeira da companhia no Brasil foi instalada na fábrica de Laranjal Paulista, em 2012. Nesta unidade, há uma moenda que extrai o caldo da cana-de-açúcar – matéria-prima utilizada no processo produtivo – do qual é gerado o bagaço que, posteriormente, é utilizado como biomassa, para gerar energia em forma de vapor. Em Laranjal Paulista, a empresa tem cumprido sua meta de reduzir ao máximo as emissões geradas em seus processos desde a inauguração desta caldeira. Até o término do Ano Fiscal 2013* houve redução de 26,6 mil toneladas na emissão de CO2.

Já na fábrica de Pederneiras, a caldeira foi projetada para a queima de cavaco de madeira e bagaço (no caso de uso do bagaço, com proporção máxima de 20%). Além de ser mais abundante na região, o cavaco tem a seu favor a praticidade de uso e o poder calórico maior que o bagaço de cana-de-açúcar. Além disso, é uma fonte renovável de energia com baixo custo de aquisição, que não emite dióxido de enxofre e suas emissões gasosas não aumentam o efeito estufa. Na fase de testes (de setembro a dezembro de 2014), já foi possível suprir a produção com 60% do vapor gerado através dessa fonte energética.
Sobre a Ajinomoto do Brasil

Presente no Brasil desde 1956, a Ajinomoto do Brasil se empenha em oferecer tanto produtos de qualidade para o consumidor como insumos para as indústrias alimentícia, cosmética, farmacêutica, de nutrição animal e agronegócios. A linha de produtos da empresa Ajinomoto do Brasil, voltada para o consumidor, é composta pelo tempero umami AJI-NO-MOTO®, AJI-SAL®, Tempero SAZÓN®, Caldo SAZÓN®, RECEITA DE CASA™, HONDASHI® e SABOR A MI®, além das sopas individuais VONO®, da sopa cooking VONO® Turma da Mônica, dos refrescos em pó MID® e FIT™ Zero Açúcar, do molho shoyu e do tempero para frango à milanesa da marca SATIS!™ e do adoçante MID SUGAR®. A Ajinomoto do Brasil também atua no segmento de food service (alimentação fora do lar). Com quatro unidades fabris, localizadas no estado de São Paulo, nas cidades de Limeira, Laranjal Paulista, Valparaíso e Pederneiras, e sede administrativa na capital, a Ajinomoto do Brasil emprega cerca de 3.000 funcionários e atende tanto ao mercado interno como ao externo. A Ajinomoto, uma multinacional japonesa com sede em Tóquio, é a maior produtora de aminoácidos do mundo. O Grupo Ajinomoto obteve um faturamento global de US$ 9,9 bilhões e nacional de R$ 1,7 bilhão no ano fiscal de 2013. Atualmente, opera em 26 países, possui 107 fábricas e aproximadamente 28 mil funcionários. Para saber mais, acesse www.ajinomoto.com.br.
INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Race Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here