Início Natureza Serra Catarinense define estratégias de combate ao javali junto ao Poder Público...

Serra Catarinense define estratégias de combate ao javali junto ao Poder Público Municipal

342
0
COMPARTILHAR

javalis discussão

A Polícia Militar Ambiental de Lages esteve reunida durante esta semana com os prefeitos de Campo Belo e Capão Alto para definir as estratégias a serem usadas nas propriedades rurais atacadas pelos javalis. Participaram das reuniões os proprietários das empresas Gateados e Coopercampos, além do Ministério Público, caçadores profissionais e produtores rurais.

A caça, o uso de armadilhas e do aplicativo a ser desenvolvido para facilitar o mapeamento dos animais nas regiões, foi debatida. Produtores acreditam que o uso das armadilhas deve diminuir o problema. As empresas devem auxiliar economicamente na aquisição de armadilhas para distribuição em propriedades mais atingidas. A primeira medida deve ser tomada pelo poder público municipal que deve buscar recursos para aquisição das gaiolas.

 

Desburocratização da lei não deve resolver o problema

Em pauta no Senado na próxima semana, o abate do javali será tema de uma audiência pública. Esse é o primeiro passo que deve propor uma alteração na legislação federal para facilitar o abate e controle da espécie. Na contramão da desburocratização da lei a Polícia Ambiental acredita que facilitar o armamento pode trazer sérios problemas sociais. “Já temos casos de animais silvestres que estão sendo abatidos por engano em propriedades rurais. Tornar o armamento algo fácil e ágil não vai resolver o problema”, afirma o comandante da 4° Cia de Polícia Militar Ambiental, major Adair Pimentel que acredita que essa medida pode colocar em risco o resultado de ações sérias e voltadas realmente ao enfrentamento do problema.

 

Fotos: Rodrigo/ Rádio Explosão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here