Início Eco SC Oficina para técnicos aborda sustentabilidade e pedagogia dos bens comuns

Oficina para técnicos aborda sustentabilidade e pedagogia dos bens comuns

297
0
COMPARTILHAR

oficina

“As gerações atuais precisam valorizar cultural e politicamente os cuidados dos bens comuns da humanidade.” Daniel José da Silva

Lages – SC – Foi realizada nesta terça-feira (7) a primeira oficina da programação do Mês do Meio Ambiente.Em um encontro voltado para técnicos do município, o palestrante Daniel José da Silva, professor da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), abordou a construção de diretrizes de sustentabilidade para uma política municipal de valorização de bens comuns.

Os participantes, servidores municipais dos Centros de Referência da Assistência Social (CRASs), professores da rede municipal de ensino, rede estadual e de universidades, acadêmicos, Comitê de BaciasHidrográficas e Ministério Público, interagiram e refletiram sobre o cuidado, a prudência e a responsabilidade que precisa-seter em relação aos bens comuns do município.

A ideia com a oficina para técnicos foi apresentar a eles conceitos importantes na área da sustentabilidade e buscar uma forma desse conhecimento ser repassado a outros grupos, segundo Michelle Pelozato, bióloga da Secretaria de Meio Ambiente. Os técnicos foram convidados a pensar sobre políticas públicas na área de meio ambiente e incentivar nos seus espaços de trabalho a reflexão sobre a importância da conservação.

Eixo condutor

A Pedagogia dos Bens Comuns inicia com o reconhecimento ecológico e social dos bens que são comuns a todas as gerações. O reconhecimento da água, do solo, da vegetação como bens naturais para o uso de todos, o cuidado com a saúde e o respeito às leis, acompanha a própria evolução do ser humano. “As gerações atuais precisam valorizar cultural e politicamente os cuidados dos bens comuns da humanidade.A comunidade de aprendizagem é o eixo condutor de governança, pois é no processo educacional, social e político que conseguiremos desenvolver práticas sustentáveis”, diz o professor Daniel José da Silva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here