Início Eco SC Futuros guardas ambientais mirins de Lages visitam renomado Parque Natural de Concórdia

Futuros guardas ambientais mirins de Lages visitam renomado Parque Natural de Concórdia

27
0
COMPARTILHAR

Em 70 anos de trabalho, Fritz Plaumann, que dá nome ao Parque, catalogou cerca de 80 mil exemplares de 17 mil espécies diferentes de insetos, dos quais 1.500 eram desconhecidas da ciência

Os alunos do curso de guarda mirim do Parque Natural Municipal João José Teodoro da Costa Neto (Parnamul) viajaram a Concórdia, Oeste do Estado, nesta quarta-feira (31 de outubro) em visita ao Parque Estadual Fritz Plaumann. A exploração faz parte das atividades do Projeto Guarda Mirim, em que estão previstas na programação duas saídas a campo.

Em Concórdia, as 30 crianças e adolescentes conseguiram visualizar a questão das diferenças e do trabalho desenvolvido nos parques mantidos por prefeituras e pelo Estado, neste caso pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) em parceria com uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Além disto, conheceram a sala de exposições com informações sobre a história do Parque e de seu fundador, Fritz Plaumann, algumas espécies da fauna e da flora, o bioma no qual está inserido o Parque, que tem mais de 700 hectares, com quatro trilhas para visitação, sanaram dúvidas em relação a condução de grupos em trilhas e ao bioma Mata Atlântica, e realizaram uma trilha. A visitação foi acompanhada por funcionários do Parnamul, pais dos alunos e por profissionais do Instituto José Paschoal Baggio (IJPB), parceiros do Parque. “Eles vivenciaram, na prática, os conhecimentos adquiridos em sala de aula”, explica a bióloga da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Michelle Pelozato.

O curso de guardas mirins encerrará em dezembro deste ano, com formatura. A primeira turma está com 35 participantes entre nove e 12 anos, estudantes das escolas municipais do entorno – Frei Bernardino, Professor Eduardo Pedro Amaral e Professor Pedro Cândido, dos 4º, 5º e 6º anos do período matutino.

As aulas acontecem às quartas-feiras no período vespertino na sede do próprio Parque, no bairro São Paulo. Os guardas ajudarão a divulgar o Parque, a receber turmas de visitantes, falar sobre preservação do patrimônio.

Os alunos têm direito a uniformes (formados por coturno, calça, camiseta, blusa de moletom e boné), cartilhas, transporte e viagens para vivenciar as noções, aprendizados e experiências adquiridos. “Conhecer estes outros espaços consiste em um passo bem relevante, é um processo altamente relevante, para poderem comparar e entender melhor todo este processo, trazer ideias novas para implantar no Parque Natural de Lages”, observa a bióloga. Visitas podem ser agendadas por telefone: 3223-8716.

Ida a Atalanta, a Capital Ecológica de Santa Catarina

No final deste mês de novembro, os guardas mirins se deslocarão até Atalanta, Capital Ecológica de Santa Catarina, localizada no Alto Vale do Itajaí. Os alunos estarão no Parque Municipal das Araucárias, onde terão contato com os guias do Parque sobre conduta consciente em espaços naturais.

Há 15 anos

Criado através do Decreto Estadual nº: 797, de 24 de setembro de 2003, é a primeira e única Unidade de Conservação de proteção integral do Estado de Santa Catarina a preservar remanescentes da Floresta Estacional Decidual – Floresta do Alto Uruguai, pertencente à Zona Núcleo da Reserva da Biosfera de Domínio da Mata Atlântica. Situado no município de Concórdia, o Parque tem 717,48 hectares, localizado às margens do lago formado pela barragem da Usina Hidrelétrica Itá, no rio Uruguai. Foi criado como medida de compensação ambiental pela instalação da Usina. É uma Unidade de Conservação de proteção integral, destinada à proteção da natureza, à pesquisa científica, à educação ambiental e ao turismo ecológico.

A Equipe Co-Gestora do Parque Estadual Fritz Plaumann (Ecopef) é uma organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) criada em 2007 e qualificada anualmente pelo Ministério da Justiça. Tem a finalidade de gerir o Parque Estadual Fritz Plaumann de forma compartilhada com o IMA, e atuar na área de entorno, município de Concórdia e região, atividade desenvolvida desde o mês de novembro de 2007.

Quem foi Fritz Plaumann?

Fritz Plaumann nasceu em 1902, faleceu em 1994 por problemas respiratórios e foi um entomólogo e botânico alemão. Sua vida é relatada no livro O Diário de Fritz Plaumann, lançado em 2001 pela escritora Mary Bortolanza Spessatto. Proveniente da Prússia Oriental (atual Lituânia), Fritz Plaumann mudou-se com a família para o Brasil em novembro de 1924, instalando-se no Oeste de Santa Catarina.

No mesmo ano, iniciou seus estudos sobre as espécies de orquídeas e de insetos da região, que se estenderam até 1994. Em 70 anos de trabalho, catalogou cerca de 80 mil exemplares de 17 mil espécies diferentes de insetos, dos quais 1.500 eram desconhecidas da ciência.

Conforme pesquisa, foi agraciado com diversas homenagens ao longo de sua vida. Em 1985 obteve a Medalha do Mérito Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc). No início de 1991 recebeu a mais alta condecoração do campo da ciência da Alemanha: A Grã-Cruz do Mérito Científico.

Foi considerado o “maior colecionador de insetos da América Latina do Século XX” pelo presidente da Californian Academy of Science. Em 1992, obteve a Medalha do Mérito Anita Garibaldi do governo de Santa Catarina.

No dia 23 de outubro de 1988 foi inaugurado, em sua homenagem, um dos maiores museus entomológicos da América Latina: O Museu Entomológico Fritz Plaumann, no distrito de Nova Teutônia, em Seara. O Museu possui todo o acervo de espécies coletadas por Fritz Plaumann.

Também foi homenageado por outros pesquisadores, com o batismo de diversas espécies descobertas com o seu nome, como os besourosAtenisius plaumanniAleiphaquylon plaumanni e Ormeta plaumanni. O Centro Acadêmico do Curso de Agronomia da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) leva seu nome, como homenagem aos seus serviços prestados à ciência e formação estudantil em cursos de Ciências Agrárias e Ambientais.

Fotos: Parnamul/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here