Início Eco SC Proteção Animal ganha veículo para transporte de cães e gatos que serão...

Proteção Animal ganha veículo para transporte de cães e gatos que serão castrados

219
0
COMPARTILHAR

Lages – SC  – O recolhimento dos animais deverá seguir alguns critérios. Será dada prioridade às cadelas e gatas no cio, animais agressivos ou machucados. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 3224-3142

A partir de agora o processo de castração de cães e gatos de rua será facilitado em Lages. O prefeito Antonio Ceron recebeu nesta quarta-feira (3 de abril) a chave de uma van que será utilizada no transporte desses animais até o centro cirúrgico. O veículo foi adquirido através de uma emenda parlamentar do ex-deputado federal Marco Tebaldi, processo intermediado pelo vereador Bruno Hartmann, no valor de R$ 100 mil, e contrapartida da prefeitura de aproximadamente R$ 127 mil.

O serviço de castração é uma parceria entre a Gerência de Proteção Animal, vinculada à Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, e o Centro de Controle de Zoonoses, da Secretaria Municipal da Saúde. “É um serviço de extrema necessidade e que está há muito tempo esperando para ser solucionado. A unificação das duas Secretarias vai facilitar o trabalho. Esperamos que Lages se destaque a nível estadual nesta questão”, comenta o prefeito Antonio Ceron.

O transporte dos animais será de responsabilidade da Gerência, que será acionada mediante denúncias por parte dos próprios moradores, que poderão ligar no telefone 3224-3142. “Deixamos claro que não será recolhido qualquer animal, e deverão ser obedecidos alguns critérios. Será dada prioridade às cadelas e gatas no cio, ou animais agressivos ou machucados”, esclarece a gerente do Centro de Controle de Zoonoses, Mariceia Coelho Brommer.

Após a denúncia de que há cães ou gatos sem seus respectivos donos perambulando pelas ruas, a equipe se deslocará até o local e recolherá os animais com destino ao Centro de Controle de Zoonoses, que está localizado no bairro Tributo e possui uma sala cirúrgica equipada. O veículo está adaptado para receber as gaiolas com os animais.

Lá, eles passarão por todo o procedimento cirúrgico, receberão os medicamentos necessários e passarão por um período de repouso, até que a recuperação esteja completa. Serão microchipados, desvermifugados e, posteriormente, serão levados de volta ao seu local de origem. “Não temos como abrigar os animais por tempo indeterminado no Centro de Controle de Zoonoses. Eles passarão por lá o tempo que for necessário para fazer a castração e serão devolvidos, resolvendo a questão da reprodução”, destaque o secretário do Meio Ambiente, Eroni Delfes.

Também serão realizadas ações mensais, junto ao evento Comunidade Melhor, quando haverá o cadastramento de animais a serem castrados nos respectivos bairros atendidos. A princípio estão disponibilizadas 80 vagas para castração, mediante comprovação de hipossuficiênia, ou seja, somente serão castrados animais cujos proprietários não tenham condições financeiras de arcar com as despesas. A parceria com as ONGs deverá continuar, de acordo com Mariceia.

De acordo com a secretária da Saúde, Odila Waldrich, a estimativa é de que sejam castrados aproximadamente 100 animais por mês, entre cães e gatos, machos e fêmeas. “Esses animais terão um local adequado onde passarão pela cirurgia, recebendo os medicamentos necessários e evitando infecções. Será um grande avanço no sentido de controlar a reprodução indiscriminada, evitando também a proliferação de doenças”, comenta Odila.

Texto: Aline Tives

Fotos: Greik Pacheco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here