Início Eco SC Plantas tailandesas na Exposição de Orquídeas em Chapecó

Plantas tailandesas na Exposição de Orquídeas em Chapecó

148
0
COMPARTILHAR

       O colorido das flores vai invadir o Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, de 23 a 25 de agosto, é mais uma das atrações na cidade no final de semana de aniversário de ChapecóOs visitantes encontrarão mais de 600 orquídeas, muitas delas consideradas raras, trazidas por produtores de São PauloParaná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

       Quem nunca viu uma orquídea com perfume de chocolate, poderá apreciar e até levar para casa um exemplar da chamada ‘cherry baby’. Também estarão presentes as vandas, asctm, dendrobium, Bulbophyllum, chilochista aquela orquídea que não tem folha, só raízes e a schoenorchis fragans, uma orquídea miniatura que fornece flores que medem milímetros e encantam por sua beleza e cheiro – todas de origem tailandesa. Ao todo serão mais de 600 plantas das mais variadas espécies que estarão à disposição do público apreciador do cultivo.

A paixão que virou negócio

      Reconhecidos como um dos Orquidários com maior diversidade de espécies do país, o espaço de Dimitri Beliero Ribeiro de Lima já virou case nacional, e será um dos expositores da 11° Exposição de Orquídeas, em Chapecó.

 A história do cultivo nasceu em 1999. Tudo começou, quando o Dimitri, começou a colecionar orquídeas no quintal da casa da família, na cidade de Várzea Paulista, estimulado por um amigo.

      A descoberta de uma paixão acabou se tornando o negócio em que todos da família estão envolvidos. E por pura curiosidade, foi fazendo a multiplicação das mudas, estudando, pesquisando, viajou para conhecer outras espécies e se aprofundar nos meios de cultivo das orquídeas. Entre as suas viagens, o encanto pela Tailândia falou mais alto. A quantidade de flores com as colorações mais exóticas, chamou atenção do produtor que busca todo ano trazer as novidades de lá para o Brasil.

       As plantas de Dimitri serão uma das atrações da exposição em Chapecó, pela sexta vez participando do evento, o produtor destaca a união dos associados e a grande presença do público. “A cada ano me surpreendo com o número de pessoas que visitam a exposição, isso mostra que a cidade tem um grande potencial para o cultivo. A troca de conhecimento entre produtores que a exposição proporciona, faz a cada ano melhorar ainda mais a qualidade das plantas que lá estarão expostas”, conta.

Sobre o julgamento

     A programação da 11ª Exposição de Orquídeas conta com o julgamento das plantas mais bonitas e bem cultivadas do evento. O julgamento ocorre a partir das 10h da sexta-feira (23). As plantas serão avaliadas por um grupo de juízes treinados e experientes no processo.

        As plantas serão premiadas com medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar conforme o grupo que pertencem. As premiadas em primeiro lugar, num segundo momento serão reavaliadas para que a melhor receba um troféu.

Critérios avaliados

  • Saúde: plantas com sinais de doenças são automaticamente desclassificadas para que não haja risco de contaminação;

  • Apresentação: os vasos devem estar limpos, além de serem proporcionais ao tamanho da planta;

  • Estado floral: as flores não devem estar “passadas” ou ainda no botão;

  • Identificação: a nomenclatura deve estar escrita corretamente;

  • Forma geral: serão avaliados a armação, formato e largura de sépalas, pétalas e labelo;

  • Cor e textura: a cor deve ser homogênea e a textura não devem conter ferimentos, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here