Início Eco SC Projeto Lixo Orgânico Zero entrega materiais para cobertura de resíduos do processo...

Projeto Lixo Orgânico Zero entrega materiais para cobertura de resíduos do processo de compostagem

71
0
COMPARTILHAR

Hoje em dia a entrega do material é feita no Horto Municipal do bairro Várzea; no Centro de Educação Ambiental Ida Schmidt (Parque Jonas Ramos – Tanque); Mangueirão do bairro Guarujá, e em eventos

Desenvolvido em Lages, uma das necessidades do Projeto Lixo Orgânico Zero compreende a entrega de Material Orgânico de Difícil Decomposição (MODD), que consiste em serragem, cinzas de termoelétrica, resíduos de podas de árvores triturados, grama e folhas, para cobrir os resíduos orgânicos do processo de compostagem. “Temos parcerias firmadas com empresas para ceder o MODD à prefeitura de Lages e a meta é disponibilizar este material ensacado à comunidade, favorecendo o acesso e a expansão da compostagem doméstica através do Método Lages de Compostagem”, reitera a coordenadora do Projeto Lixo Orgânico Zero, a diretora de Meio Ambiente da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Silvia de Oliveira. Este trabalho está em desenvolvimento junto à turma de mestrado em Ambiente e Saúde da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac). “Acreditamos que os cidadãos desejam fazer o que é correto em relação à destinação dos resíduos sólidos domésticos produzidos, então temos um desafio enorme à frente”, acrescenta Silvia.

Hoje em dia a entrega do material é feita no Horto Municipal do bairro Várzea; no Centro de Educação Ambiental Ida Schmidt (Parque Jonas Ramos – Tanque); Mangueirão do bairro Guarujá, e em eventos. Outros pontos de entrega gratuita podem ser cadastrados com a finalidade de servir como auxílio à distribuição para a população interessada. Informações adicionais podem ser consultadas por telefone: 3019-7462 ou 99902-0062. A empresa Klabin integrou-se ao Projeto e viabilizou sacaria específica para o MODD, embalagem esta de papel retornável que, após alguns usos, poderá ser compostada. Nos dias 4 e 5 de novembro, próximas segunda e terça-feira, a entrega será feita na Uniplac, durante a exposição Lixo Orgânico Zero, iniciada nesta quarta-feira (30 de outubro). “O meio ambiente é uma das bandeiras da administração pública e estamos fazendo a lição de casa. Se cada um reaproveitar materiais e encontrar na própria natureza meios de economizar e evitar o desperdício para as atividades mais simples do cotidiano, até as mais complexas, teremos, sim, uma vida mais saudável e um planeta mais limpo, consumindo conscientemente e pensando no futuro de nossos filhos e netos”, opina o prefeito Antonio Ceron.

O município de Lages está desenvolvendo, em parceria com o Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), o Projeto Lixo Orgânico Zero, com apoio do Fundo Socioambiental da Caixa e do Fundo Nacional do Meio Ambiente, do Ministério do Meio Ambiente. Este Projeto tem como objetivo orientar para a destinação dos resíduos orgânicos à compostagem a partir do Método Lages de Compostagem, que consiste na destinação dos resíduos orgânicos domésticos no espaço onde são gerados, aliada ao cultivo de plantas.

Atualmente, mais de 80 instituições, entre elas escolas, empresas e restaurantes, além de unidade prisional, estão desenvolvendo esta ação com orientação técnica realizada por bolsistas do CAV/Udesc e servidores municipais. Esta dinâmica está se espalhando para os domicílios lageanos, bem como à região serrana e outras partes de Santa Catarina.

Texto: Daniele Mendes de Melo, com colaboração de Silvia de Oliveira

Fotos: Projeto Lixo Orgânico Zero

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here