Início Biodiversidade Uruguai se posiciona como destino para turismo de observação de aves ...

Uruguai se posiciona como destino para turismo de observação de aves  

70
0
COMPARTILHAR

Mais de 500 espécies de aves podem ser avistadas a curta distância no vizinho

Montevidéu/ São Paulo   – O gorjear e a coloração das asas de albatrozes, petréis, “capuchinos” e cardeal amarelo, espécies ameaçadas que ainda estão no Uruguai, deslumbram milhares de turistas que buscam anualmente uma aproximação visual com essas aves.

Em apenas uma saída, o turista pode visualizar até 90 variedades de pássaros no Uruguai. O país ganhou espaço no turismo de avistamento de aves. A região reúne uma diversidade de espécies possíveis de observar a curtas distâncias e em pouco tempo, incluindo algumas ameaçadas de extinção das quais é possível a observação fácil e acessível.

Não é de surpreender que o “Río de Los Pájaros Pintados” ou Rio Uruguai, no Guarani, seja o nome do rio, que deu nome ao país por causa da diversidade de pássaros que voam sobre o céu uruguaio. Hoje, são mais de 500 espécies entre as residentes e as dos movimentos migratórios, determinadas pelo fenômeno das mudanças climáticas.

Segundo o biólogo Adrián Stagi, coordenador executivo da organização “Aves Uruguay”, o vizinho tem “condições extraordinárias para a prática do ecoturismo em áreas naturais e rurais”. A porta de entrada para a observação de aves no Uruguai é o “Parque Nacional Esteros de Farrapos”, na zona costeira do país (chamado “Corredor de los Pájaros Pintados“), há 5 ecossistemas convergentes e isso permite observar todas as variedades de aves.

O parque é acessado a partir de Nuevo Berlín, a 45 km da cidade de Fray Bentos e acessado pela Rota Nacional Nº 20. A cidade possui a estação fluvial Nuevo Berlín, para o desenvolvimento de atividades náuticas recreativas no rio Uruguai, com um centro de informações turísticas.

ITINERÁRIOS

Os pacotes de observação podem variar de 4 horas a 5 dias e custam em torno de US $ 39 por pessoa ao dia. Os itinerários são montados de acordo com o interesse e espécie de avistamento que o visitante deseja ver, podendo variar entre espécies aquáticas, facilmente localizadas nos banhos de Rocha; os pássaros de Montes, nas “Quebradas del Norte” ou “Bella Unión”; e em uma única saída para a praia de Santiago Vázquez, Apenino e Pascual, onde se avistam até 94 espécies de aves.

O perfil do turista varia entre quem busca apenas registrar o momento e quem gosta de contemplá-lo e aprofundar as informações sobreas espécies. Apesar da maioria ainda ser de adultos e idosos, a quantidade de famílias e casais vem crescendo cada dia na escolha desse tipo de turismo.

As aves mais frequentes são: “hornero”, pica-pau, pombo-de-asa-pintada, aves de rapina, espécies ameaçadas de extinção, espécies espinhais – regiões natural uruguaia – entre outras. O diferencial do país é que se pode encontrar albatrozes e petréis, espécies ameaçadas de extinção, como dragão, “capuchinos”, “chorlos” e “prayeros”, “sporophila” e cardeal amarelo.

 Pontos chaves da observação

  • Parque Lecocq
  • Guazuvirá
  • Balneario Solís
  • Laguna de Rocha
  • Bosque de Ombúes
  • Parque Santa Teresa
  • Parque San Miguel
  • Bañado de los Indios

DADOS ÚTEIS

Empresas que oferecem tours:

  • Ecotours Uruguay
  • Birding Tours Punta del Este
  • Colonia Birding
  • Birding With Me
  • Birapitá Birdwatching

Valor estimado: U$S 39 por pessoa ao dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here